Translate

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

VINÍCIUS DE MORAES


Nome completo: Vinícius de Moraes
Pais: Clodoaldo Pereira da Silva Moraes e Lídia Cruz.
Cônjuge: Beatriz Azevedo de Melo Moraes, Regina Pederneiras, Lila Bôscoli, Maria Lúcia Proença, Nelita de Abreu, Cristina Gurjão, Gesse Gessy, Marta Rodrigues Santamaria (a Martita) e Gilda de Queirós Mattoso. 
Formação: graduou-se em Ciências Jurídicas e Sociais
Profissão: Diplomata, dramaturgo, poeta, jornalista, compositor,cronista de rádio e cinema.
Nacionalidade: Brasileiro
Estado: Rio de Janeiro 
Naturalidade:Rio de Janeiro
Nascimento: 19/10/1913
falecimento: 09/07/1980
Principais Obras: O caminho para a distância, Forma e Exegese, Ariana a Mulher, Novos Poemas, Cinco Elegias, Poemas, Soneto e Baladas, Orfeu da Conceição, Livro de Sonetos, Garota de Ipanema 

Músicas 
Garota de ipanema (Tom Jobim e Vinicius de Moraes)


Eu Sei Que Vou Te Amar

Eu sei que vou te amar
Por toda a minha vida eu vou te amar
Em cada despedida eu vou te amar
Desesperadamente
Eu sei que vou te amar
E cada verso meu será pra te dizer

Que eu sei que vou te amar
Por toda a minha vida
Eu Sei que vou chorar

A cada ausência tua eu vou chorar,
Mas cada volta 
Tua há de apagar
O que essa ausência tua me causou
Eu sei que vou sofrer

A eterna desventura de viver a espera
De viver ao lado teu
Por Toda a minha vida. 

Sonetos

Soneto de contrição
Eu te amo, Maria, eu te amo tanto
Que o meu peito me dói como em doença
E quanto mais me seja a dor intensa
Mais cresce na minha alma teu encanto.

Como a criança que vagueia o canto

Ante o mistério da amplidão suspensa
Meu coração é um vago de acalanto
Berçando versos de saudade imensa.

Não é maior o coração que a alma

Nem melhor a presença que a saudade
Só te amar é divino, e sentir calma...

E é uma calma tão feita de humildade

Que tão mais te soubesse pertencida
Menos seria eterno em tua vida.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário